Blog

Aprenda mais sobre tipografia: Serifas

A tipografia é um dos elementos mais essenciais para a criação e o desenvolvimento de uma peça gráfica. Esse passo é muito importante quando se leva em conta a mensagem que será transmitida ao receptor, ou seja, a quem vai receber o produto final.

Na maioria dos casos, a tipografia possui grande influência na legibilidade do leitor e na construção visual da marca ou do texto que será inserido no produto. Por meio dela, é possível construir um produto visualmente envolvido que atrai o leitor e deixe o conteúdo contextualizado.

Ou seja, por meio da tipografia é possível expressar a mensagem que se quer transmitir através do visual do produto. A técnica é utilizada para desenvolver uma imagem de um produto por meio da seleção das fontes, o layout do texto, as cores utilizadas e a forma que são aplicadas.

Mensagem

Quando se há a combinação de todos esses fatores, é possível obter-se o resultado final desejado da imagem que se quer ter da empresa que está disponibilizando o conteúdo.

Para criar uma harmonia perfeita entre todos esses fatores, são necessários o trabalho e a dedicação de vários profissionais de comunicação de uma empresa, para obter o visual e a mensagem pretendida.

Um dos elementos que são de extrema importância para a harmonização da tipografia é a escolha da serifa. Saber as definições e aplicações delas é essencial para a criação de uma identidade visual e concordância textual.

O que é serifa e como saber quando usar?

As serifas são aquelas linhas, que na maioria das vezes são pequenas e suaves, encontradas nas bordas das fontes, ou seja, das letras e símbolos. Ela está diretamente ligada a fonte utilizada no texto impresso no produto.

Isso quer dizer que a serifa está diretamente ligada a estética e na forma de atrair e manter a atenção do leitor na mensagem escrita no impresso. Dependendo do público alvo do produto, a sua utilização pode ajudar ou até mesmo prejudicar a aceitação e atração dos consumidores.

Apesar de existir um senso comum entre os designers gráficos de que as serifas facilitam a leitura, muitas vezes a ausência delas ajuda muito mais. As fontes que não possuem os traços em suas bordas são conhecidas como sans-serif, e são ótimas para serem utilizadas em sites.

tipografias-serifadas-nao-serifadas

Serifas

Já as fontes que possuem serifas são bem mais fáceis de serem lidas em produtos impressos, como em jornais e revista, por exemplo. Essa facilidade na leitura se dá por conta da utilização do artifício.

Esse tipo de formatação faz com que o olho humano leia cada palavra como pequenos blocos, ao invés de ver cada letra separada. Além disso, ela cria pequenas linhas ópticas paralelas, que transmitem a sensação de bloco no cérebro humano.

Um exemplo de fonte com serifa é a Times Roman, muito usada no meio acadêmico. Entretanto, não existe apenas um tipo de serifa ou de fonte com esse acabamento. É possível encontrar esse artificio de modo linear, curvada, quadrada, slab e triangular, que se adequa perfeitamente a cada tipo de identidade visual desejada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *